Notícias

Intolerância à lactose x alergia ao leite: Saiba como é feito o diagnóstico

Se o leite não tem lhe feito bem, a opinião de um especialista é fundamental para verificar a possibilidade de intolerância à lactose ou de alergia ao leite. Entenda mais sobre o diagnóstico!

O diagnóstico da alergia tardia ao leite é feito a partir da análise clínica dos sintomas apresentados pelo paciente. Já no caso da intolerância à lactose, a técnica mais difundida nos laboratórios de análises clínicas é a curva glicêmica. Ela também pode ser descoberta pelo teste respiratório do hidrogênio expirado, que se baseia na produção de hidrogênio pela fermentação da lactose não absorvida: o hidrogênio entra na corrente sanguínea e é expirado pelo pulmão.

Por trazerem sintomas parecidos, normalmente, o diagnóstico da alergia tardia à betalactoglobulina é confundido com o da intolerância à lactose. Essa confusão faz com que aqueles que procurem tratamento muitas vezes recebam orientações erradas, como a reposição da lactase, que não será eficaz na resolução do problema, ou o consumo dos inúmeros lacticínios sem lactose disponíveis no mercado. Nesses produtos, o açúcar do leite é retirado, mas as proteínas alergênicas não, portanto, os sintomas relacionados a elas permanecerão.

*Texto Coleção VivaSaúde Especial – Guia alimentar sem glúten e sem lactose